Neste ano, comemorar o 12 de junho, Dia dos Namorados, talvez seja mais significativo que nunca!

Isso porque, pela primeira vez, uma data que é também bastante comercial, em que shoppings e restaurantes ficam lotados, será ressignificada pelo isolamento, pelo comércio fechado e pela falta de aglomeração. E por mais que aqueles casais que não estão quarentenando juntos tenham que arranjar maneiras criativas de comemorar à distância, e sofrer um bocado com isso, essa realidade pode vir para transformar nosso entendimento sobre relacionamentos, confiança, amores líquidos, trocas e concessões afetivas.

E em meio a tudo que vem acontecendo tivemos uma turma de namorados que vem sofrendo bem mais com essa nova realidade, os casais que se casariam em 2020 e tiveram todos os planos alterados.

Você sabia que um casamento começa a ser programado, organizado e planejado com uma antecedência de pelo menos 18 meses? É isso mesmo. Então já dá pra começar a entender o porque de muitas lágrimas terem rolado depois do anúncio do cancelamento dos casamentos e eventos no geral.

Igrejas fechadas, sem contato com amigos e familiares e todos os envolvidos nas atividades de execução proibidos de trabalharem, é foi algo realmente inesperado. Eu mesma, às vezes não acredito estar vivendo e presenciando isso, mas é real.

E os milhares de profissionais do ramo de casamentos e eventos que abruptamente tiveram suas atividades interrompidas e também o esgotamento de suas fontes de renda? E ainda tem às incertezas que ambos vivem à espera de definições de como será o normal daqui pra frente, pra quando podemos remarcar datas, e como serão as normativas para reunião que englobam públicos.  é. acho que deu pra sentir um vazio aí no estômago, não é?

Então. faz a gente pensar.

Quando criei o projeto@casando.comamor meu objetivo era somente levar informações para o público de casamentos do centro oeste, que têm uma grande carência de referências em assuntos desse segmento mas jamais pensei que essa ferramenta fosse ter a importância que tem tido agora e me alegra muito que isso esteja acontecendo.

Fazer algo de bom para alguém foi um pedido que eu fiz a 5 anos atrás no leito de um hospital onde eu cuidava de minha filha Laura acometia pelo câncer. Pedi que Deus me usasse para levar a minha fé, minha confiança, minha alegria e meu testemunho para pessoas que estivessem precisando, e “Ele” o Senhor Deus me capacitou, me preparou e me colocou aqui para hoje dizer com propriedade para esses casais que aguardam para remarcarem suas datas, os colegas de profissão que aguardam para retomar as suas atividades e a normalidade de suas vidas, às famílias que apoiam e sentem os reflexos diretos de tudo que tem acontecido que creiam e perseverem que tudo isso logo vai passar! Se cremos que Jesus venceu a morte, confiou no pai, se entregou a morte de cruz na confiança da ressureição e Deus o surpreendeu. “Ele” não só o ressuscitou, “Ele”; o eternizou entre nós, não temos que temer. devemos CONFIAR…. CRER…. ESPERAR é “Ele” nos surpreenderá!

E o melhor de tudo é que quando passar estaremos mais fortes, mais preparados e mais unidos!

E pra comemorar essa data especial eu preparei um presente carinhoso pra todos vocês, em especial aos casais de namorados que tiveram seus casamentos adiados!

Assintam o vídeo que fizemos com a participação do nosso Querido Gê Lara e sua filha Diana, artista aqui da nossa querida Divinopolis que é a nossa aniversariante do mês. com uma canção bem oportuna.

Pra fechar……. “Serás o meu amor, serás a minha paz”. Feliz dia dos namorados.